Compaixão e Equilibrio na Realidade Virtual

Compaixão e Equilibrio na Realidade Virtual

“Compaixão é uma coisa boa — de fato muito boa — uma parte essencial de nossa conexão aos demais, a medida que superamos nosso ego. Compaixão e equilíbrio são ambos atributos são ambos atributos de um amor atencioso / cuidadoso.

Contudo, uma pessoa precisa aceitar que a realidade VIRTUAL PMR (realidade física material), este “pacote” gerador de oportunidade que chamamos de “lar”, DA MANEIRA COMO ELE SE DESENVOLVEU — porque ele nos reflete. Nos reflete muito precisamente.

Ficar irado com depravação, a miséria e especialmente a dor inocente, ou torcer constantemente as mãos em exasperação ou chorar por causa disto, não é produtivo e ainda são formas de apego. A PMR  (realidade física material) é como é, porque nós somos como somos — a pessoa precisa ir em frente com seu aprendizado e crescimento pessoal dentro desta experiencia de realidade virtual e evitar acabar perdido em um apego a tristeza, o sofrimento dos outros — ainda que isto seja difícil (especialmente para uma pessoa sensível e atenciosa). Equilíbrio é tão importante quanto compaixão.

Os participantes desta realidade virtual são todos voluntários. Muitos escolhe pacotes de experiencia com os quais podem aprender o que mais precisam. Existem muitas formas de experiencia virtual, cada uma tendo seu próprio conjunto de oportunidades e desafios. Estas oportunidades podem nem sempre estar clara para nós, a partir da perspectiva da PMR. Dentro da visão mais ampla, cada tipo de experiencia virtual PMR tem algumas vantagens de aprendizado, ou ninguém com liberdade aceitaria tal papel. Todos os papéis são aceitos livremente.

Estar confortável e feliz na PMR não é o “jogo principal” , redução da entropia pessoal é o jogo principal — A PMR é apenas uma ferramenta, ferramenta virtual usada por cada entidade aqui, para atingir o crescimento necessário pela experiência direta.

A dor em seu coração devido ao sofrimento dos outros é real, valorize-a, aceite-a, e siga em frente. Grande compaixão e tristeza crescendo a partir do coração, é um atributo muito valioso de alguém que realmente se importa, de quem realmente ama — contudo, também podem se tornar uma expressão de necessidade, desejo, culpa e medo — isto é, um apego, uma armadilha. Equilíbrio é também um atributo do amor — não confunda o equilíbrio com falta de compaixão.

Eu realmente espero que você veja isto mais como ajuda do que sal na ferida. Sofrer — ser um com o mundo — é um caminho difícil a trilhar porque ele te “espalha de forma tão fina” que equilíbrio e crescimento se tornam excepcionalmente desafiadores. Seu ponto de equilíbrio pessoal é único seu. Encontre-o, onde quer que ele esteja e faça paz com sua existência”.

Tom Campbell
Dec 20 2007

Compaixão e Equilibrio na Realidade Virtual

Deixe uma resposta